Dúvidas Frequentes


  1. Castração;
  2. Vacinação;
  3. Chipagem em cães e gatos;
  4. Adoção;
  5. Doação de animais;
  6. Denúncias de maus tratos e abandono;
  7. Achados e Perdidos;
  8. Como ajudar.

1 - Castração

O que é castração?

A castração consiste em uma cirurgia feita em cães e gatos, fêmeas e machos, para impedir que se reproduzam sem controle. Para cada bebê que nasce, 15 cães e 45 gatos também podem nascer. Em seis anos, uma cadela e seus descendentes podem gerar 64 mil filhotes! Isso explica o grave problema da superpopulação desses animais, com a morte de milhares deles, e que muitas vezes pode ser evitado por meio da informação. 

Como funciona?

Nas fêmeas, consiste na retirada do útero, trompas e ovários. Nos machos, a retirada dos testículos.
A cirugia é feita com anestesia geral, é simples mas deve ser executada apenas por veterinários devidamente habilitados para tal. O animal não precisa ficar internado e, em torno de uma semana estará totalemnte recuperado.
A castração pode ser feita a partir dos 2 meses de idade e, no caso da fêmea, recomenda-se antes do primeiro cio.

Por que devo castrar meu animal? 

A castração é um ato de amor e responsabilidade. Existe uma superlotação de cães e gatos nos grandes centros urbanos, fazendo com que muitos animais vivam em péssimas condições nas ruas ou passem suas vidas em abrigos, à procura de um lar. A castração, principalmente de animais em situação de rua, ajudaria a solucionar esse problema.

Vantagens da castração:

1. Diminui drasticamente o risco de doenças nas vias uterinas e, principalmente, do câncer de mama, útero, próstata e testículos;
2. Elimina a Gravidez Psicológica, estado presente em algumas fêmeas após o término do cio, o que ocasiona aumento das mamas (muitas vezes com edema) com produção de leite e irritabilidade excessiva;
3. Elimina o risco do câncer dos órgão genitais;
4. Diminui o risco das fugas e brigas, que podem acarretar acidentes graves e até fatais;
5. Acaba com os latidos, uivos e miados excessivos que ocorrem por ocasião do cio;
6. Elimina os estados de excitação por falta de cruzamentos - e o embaraço gerado com as visitas!;
7. Nas cadelas, elimina a inconveniente perda de sangue no período de cio, assim como as desagradáveis reuniões de machos na porta de sua residência;
8. Diminuiu o hábito dos gatos de urinar em paredes e móveis para marcar território. A urina também perde o odor forte e desagradável.

Castração engorda?

O animal não engorda devido à castração e sim pela diminuição de suas atividades físicas, necessitando, portanto, de mais exercícios. 

Ele vai deixar de "proteger a casa"?

Os animais castrados não perdem o instinto de proteger seu território. Por outro lado, perde o indesejável costume de urinar em diversos cantos. Cabe ainda lembrar que animais castrados ficarão mais caseiros, deixando de se envolver em brigas na disputa de fêmeas. 

Meu animal vai sofrer?

A cirurgia, feita sob anestesia geral, é indolor. Dentro de um ou dois dias, o animal estará brincando e retomará suas atividades normais. 

É verdade que as fêmeas precisam ter a primeira ninhada para não sofrerem de câncer no futuro?

Não! Ter uma cria não acrescenta saúde ao animal e sim mais animais ao problema. Pesquisas mostram que, quanto mais cedo for realizada a castração, menores as chances da fêmea desenvolver câncer de mama. A castração também prevenirá o surgimento de Piometra, doença freqüente em fêmeas adultas. 

Eu estarei interferindo na natureza do meu animal?

Seu animal não tem escolha, segue apenas o instinto. É dever do tutor intervir e prevenir nascimentos indesejados, agindo da maneira mais correta. O animal será beneficiado e não subtraído de algo. 

Quando devo castrar meu animal?

Logo nos primeiros meses, já pode-se realizar a castração.

Além do preço, outra vantagem em se castrar filhotes é fazer com que após a adoção não exista o risco destes animais se reproduzirem e agravarem problema da superpopulação, pois a maioria dos proprietários não está consciente do problema e deixa seus animais se reproduzirem sem critérios. Quando se trata da fêmea, o quadro é ainda pior, pois, muitas vezes o que vemos são os donos matarem os filhotes assim que nascem ou jogá-los na rua para que morram ou sejam adotados e, quando eles sobrevivem, acabam se tornando cães vadios, sem dono, passando fome nas ruas e transmitindo doenças para outros animais e até mesmo para as pessoas.

É sabido que cadelas castradas antes do primeiro cio possuem apenas 0,5% de risco de vir a desenvolver neoplasia mamária, aumentando para 8% e 26% após o primeiro e segundo cio, respectivamente. Ou seja, castrar antes do primeiro cio reduz ainda mais as chances de doenças no futuro.


2 - Vacinação

Quais são as vacinas necessárias para meu animal?

As vacinas que devem constar obrigatoriamente no calendário de vacinação do seu cachorro são as vacinas múltiplas ou polivalentes, v8 e v10, e a vacina anti-rábica. As vacinas v8 e v10 protegem os cães de sete doenças consideradas graves: cinomose , hepatite infecciosa canina, parvovirose, leptospirose, adenovirose, coronavirose e parainfluenza canina. Já a vacina anti-rábica protege os cães contra a raiva. Algumas dessas doenças são consideradas zoonoses, ou seja, podem ser transmitadas para o homem.

Além das vacinas v8 e v10 e da antirrábica existem outras doses de imunização que também são importantes. É o caso das vacinas contra a leishmaniose, a giárdia, a tosse dos cães e pulgas. Vale lembrar que a aplicação ou não e a organização dessas vacinas estará no calendário de vacinação do seu cachorro, feito por um médico veterinário.

Fonte: Canal do Pet



3 - Chipagem em cães e gatos

O que é o microchip e para que serve?

O microchip ou micro-circuito eletrônico é constituído de um código exclusivo e inalterável, encapsulado em vidro cirúrgico e revestido de uma substância biocompatível para uso em animais. É chamado de microchip, pois o menor deles é do tamanho de um grão de arroz.

Existe um número para cadastro em banco de dados que armazenam os dados do animal, como nome e pedigree e do seu responsável como o endereço e contato. Implantado através de uma injeção no dorso do animal sob a pele, o processo é indolor. Pode ser lido somente por aparelhos leitores de microchip. 

O microchip atualmente é o melhor método para identificação de bichos de estimação, pois apesar de não ter um GPS, serve para localização do dono por quem localizar o animal, caso o cão ou gato fuja ou seja roubado. E é obrigatório para viagens internacionais para diversos países. 

Microchip tem validade?

Por não possuir nenhum tipo de bateria, o microchip fica inativo sob a pele do animal sendo energizado apenas pelo leitor de microchip quando esse lê o número. Por ser de biovidro, sua durabilidade é estimada em 100 anos por isso dura toda a vida do pet. 

Qualquer Pet pode ser microchipado?

Sim. Não há restrição de nenhum tipo: raça, peso, idade. É aconselhável que o animal seja microchipado após dois meses mas, a partir do 10º dia do animal já é possível a implantação. 

Fonte: Dogtravel


4 - Adoção

O que preciso fazer para adotar um animal?

São vários os aspectos que devem ser considerados quando se pensa em adotar um animal. Primeiro, pense se você tem condições de adotá-lo.

Feito isso, em Araraquara-SP você poderá visitar as Feirinhas de Adoção realizadas pela Prefeitura no Espaço Cão Gabriel, no Parque Infantil. Geralmente, funcionam em sábados alternados, das 9h30 às 13h30. Para adotar fora da Feira, ligue na Secretaria do Meio Ambiente pelo telefone (16) 3301-1800.

O interessado deverá ter mais de 18 anos, passar por entrevista, apresentar RG e CPF e assinar o Termo de Responsabilidade.


5 - Doação de animais

Posso doar um animal para o SOS Melhor Amigo?

Não. Nós não assumimos animais que não sejam aqueles que resgatamos de maus tratos ou do abandono, todos em situação de alto risco. Não possuímos canil e só assumimos animais que temos condições de tratar.

Porém, você pode entrar em contato com a Secretaria do Meio Ambiente pelo telefone (16) 3301-1800 para levar para adoção o animal que você não tem condições de cuidá-lo.

Vou me mudar para um apartamento. E agora?

Se você precisa doar um animal que já conviveu com você, pense bem. Os animais são seres sencientes. Isso significa que eles têm condições de perceber o que acontece e sofrerão muito com o distanciamento da família na qual foram criados.  

Hoje a legislação protege quem quiser ter até dois cães em apartamento. Informe-se! Muitas vezes a mudança de rotina de passeios, para quem vai mudar de casa para apartamento é menos traumatizante do que se desfazer do seu animal porque vai mudar de endereço. 

Mas, se mesmo assim, você decidir doar seu animal, doe sempre castrado e com as vacinas em dia

Quero doar meu animal para outra pessoa. O que devo fazer?

LEMBRE-SE: O FUTURO DE UM ANIMAL QUE JÁ FOI SEU TAMBÉM É SUA RESPONSABILIDADE.

Amor é essencial, porém não é suficiente! Por isso, verifique se a pessoa interessada em adotar tem condições financeiras de levar ao veterinário, proporcionar tratamento, dar boa ração, cuidados de higiene e socorrer em caso de urgência.

Escolha sem presa e, periodicamente, acompanhe a adoção. Quanto menos pressa para doar, melhor será o adotante. Acredite nisso! 


6 - Denúncias de maus-tratos e abandono

O que são considerados maus tratos?

- Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar;
- Manter preso permanentemente em correntes;
- Manter em locais pequenos e anti-higiênico;
- Não abrigar do sol, da chuva e do frio;
- Deixar sem ventilação ou luz solar;
- Não dar água e comida diariamente;
- Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
- Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força;
- Capturar animais silvestres;
- Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
- Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi etc..
Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas.

Lei Federal 9.605/98 - dos Crimes Ambientais

Art. 32º Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Fonte: Tudo Sobre Cachorros


Presenciei um caso de abandono/maus-tratos. O que eu faço?

Em Araraquara, a Prefeitura Municipal tem o serviço de denúncia de maus tratos. Os telefones são: 0800-774-0440 e (16) 99993-8232 (após as 15h00). Ligue, faça sua denúncia e peça a visita do fiscal no local onde você esteja certo de que exista um animal em maus tratos. A denúncia é sigilosa e o denunciado será orientado a se adequar, devendo manter seu animal sob condições de bem estar, sob pena de processo e multa.

Se o caso requer urgência e socorro imediato, ligue para o celular indicado e, imediatamente, ligue para a polícia. Se a policia se negar a se apresentar, peça o nome do atendente e informe que serão tomadas as medidas necessárias por omissão de socorro.

Outro meio de fazer sua denúncia é através do site da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. São igualmente feitas de forma sigilosa.

Em todas as situações, é muito importante ter fotos ou videos que comprovem e documentem sua denuncia.


Quais são as Leis que garantem os Direitos dos dos Animais?

Em Araraquara: LEI COMPLEMENTAR Nº 827, DE 10 DE JULHO DE 2012

Institui a política municipal de proteção aos animais, que inclui a guarda responsável por parte do tutor, do cuidador ou do criador; a obrigatoriedade de identificação eletrônica (microchip) de todos os animais domésticos, disciplina as respectivas infrações no Município de Araraquara e dá outras providências. 

Sobre as Leis estaduais de proteção aos animais indicamos que visite o site do Deputado Feliciano Filho que é o deputado estadual que aprovou diversas leis, entre elas a que proíbe, desde 2018, a matança dos animais nos CCZ. 


7 - Achados e Perdidos

Encontrei um animal perdido nas ruas. O que eu faço?

Primeiro, veja se o animal possui coleira com plaquinha de identificação (com nome e telefone). Depois, certifique-se se há alguma marquinha azul dentro de sua orelha. Isso significa que o animal é castrado e, possivelmente, chipado.

Se ele for chipado, basta levar em uma clínica veterinária e pedir para passarem um leitor de chip. Logo, você terá acesso à todas as informações gravadas e descobrirá à quem ele pertence.

Outra forma de ajudá-lo é dando água e comida. Não se sabe há quanto tempo o animal está perdido. Se possível, leve-o para sua casa até que o tutor do animal seja localizado. Mantê-lo no mesmo lugar, aumentam, consideravelmente, as chances do animal voltar para casa! Pois ele pode andar vários quilômetros desorientado, correndo grande risco de morrer atropelado, além de passar fome, sede, frio e medo. 

Temos um grupo no Facebook chamado Central Pet de Achados e Perdidos e Para Adoção em Araraquara. Clique em "Participar do grupo". Tire uma foto do animal, pois isso ajudará muito na identificação do mesmo. Faça uma publicação constando o horário que você o viu, a cidade, o bairro e algum ponto de referência. Muitos animais voltaram para seus lares dessa forma. Ajude você também!

Meu animal está perdido! O que eu faço?

Como dissemos na resposta acima, temos um grupo no Facebook chamado Central Pet de Achados e Perdidos e Para Adoção em Araraquara. Clique em "Participar do grupo" e faça uma publicação com a foto do seu animal, especificando cidade, bairro, ponto de referência e outros detalhes que julgar necessário.

Compartilhe e peça também para seus amigos compartilharem nas redes sociais.


8 - Como ajudar

Como posso colaborar com o SOS Melhor Amigo?

Separamos oito maneiras de você nos ajudar. Clique no botão abaixo e descubra como!

Não tenho condições financeiras para contribuir. Existe outra forma?

Sim! Você pode contribuir com o nosso Bazar doando roupas, acessórios, calçados, bijuterias, livros, enfeites, eletroportáteis e muito mais, desde que estejam em bom estado. Caso necessite, iremos buscar a doação.

Outra forma de ajudar é se voluntariando à causa! Tenha certeza de que você fará muita diferença conosco!


Acompanhe-nos também no Facebook! Clique aqui